LASIER DEFENDE TRABALHO DE MORO PELA LEI DA PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA EM RESPOSTAS AS DESORDENS DO STF – VAPT-VUPT

LASIER DEFENDE TRABALHO DE MORO PELA LEI DA PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA EM RESPOSTAS AS DESORDENS DO STF

Assista LASIER DEFENDE TRABALHO DE MORO PELA LEI DA PRISÃO EM 2ª INSTÂNCIA EM RESPOSTAS AS DESORDENS DO STF – Vídeos Vapt-Vupt

Confira aqui no site Vapt-Vupt os vídeos sobre as notícias. Assista abaixo mais um vídeo selecionado do Youtube para você que quer ficar por dentro das principais notícias. Clique no botão play.

♕ ♕ ♕ IMPORTANTE QUE LEIA A DESCRIÇÃO ♕ ♕ ♕
➤INSCREVA-SE E AJUDE O CANAL CLICANDO AQUI ➤➤https://goo.gl/fioBre ◄◄e ATIVE O 🔔 DAS NOTIFICAÇÕES✔
2 COMPARTILHE O VÍDEO EM SUAS REDES✔ ✔
3 Curta no Facebook:https://www.facebook.com/NoticiasPoliticaBR/
4 Siga no Twitter do canal:https://twitter.com/notpoliticaBR
5 Acessem http://canaltvnopc.blogspot.com.br/

O senador Lasier Martins (Podemos-RS) defendeu em Plenário, nesta quinta-feira (5), a aprovação do projeto de lei (PL) 166/2018, de sua autoria, que altera o Código de Processo Penal para permitir a prisão de condenados em segunda instância. A votação da matéria, conforme explicou, será na terça-feira (10), na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e obteve parecer favorável da relatora, senadora Selma Arruda (Podemos-MT).

Lasier pediu o apoio dos colegas senadores ao texto e destacou que o tema é, atualmente, o assunto de maior repercussão na sociedade e por essa razão merece que o Senado finalize sua votação ainda este ano.

— Na terça-feira haverá a votação e, a partir dali, nós nos empenharemos para, se houver recurso para o Plenário — o que é dispensável, porque se trata de um projeto de lei terminativo na Comissão de Constituição e Justiça —, se possível, apesar das imensas dificuldades, nós o levarmos, antes que termine esse ano legislativo, para a Câmara dos Deputados. A impressão que se tem é que o Senado tem todas as condições de encerrar essa questão ainda neste ano legislativo e que a parte da Câmara ficará para o ano que vem — disse.

O senador informou que até o momento 44 senadores manifestaram voto favorável ao projeto e que sua aprovação no Senado, ao mesmo tempo em que a Câmara do Deputados decide sobre uma PEC (199/2019) de conteúdo similar, não acarreta prejuízo ao tema.

Fonte: Agência Senado

Clique aqui e confira mais notícias e deixe também seu comentário abaixo. Inscreva-se na nossa página vapt-vupt e sugestões ou críticas entre em contato com o site vapt-vupt.

Powered by WPeMatico

More Like This


Categorias


Notícias